As Pussycat Dolls estão de volta!

Pussycat Dolls (Foto: Divulgação)

Mistério no ar! No último domingo (8), surgiu na internet um perfil no Instagram e um website das Pussycat Dolls, informando que o grupo (ícone dos anos 2000) fará um retorno.

“Chocado com a música nova”

A novidade foi divulgada junto com o site PCD Reunion, que foi disponibilizado nesta segunda-feira (9), e conta apenas com o logo do grupo e com um espaço para inscrição. Vem novidade por aí!

Retorno do grupo Pussycat Dolls (Foto: Reprodução/Instagram)

O grupo surgiu em 2005 e, segundo a MTV Britânica, a reunion contará com a formação original com Nicole Scherzinger, Carmit Bachar, Ashley Roberts, Jessica Sutta, Melody Thornton e Kimberly Wyatt. Com dois discos na carreira, as Pussycat Dolls lançaram sucessos como “Don’t Cha”, “Wait a Minute” e “When I Grow Up”. Elas se separaram em 2009 após desavenças entre algumas integrantes.

Quem lembra deste hino?

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Rafael Zulu fala sobre seu papel na próxima das 9 e homofobia

Rafael Zulu (Foto: Alex Santana)

Rafael Zulu está com a agenda cheia: o ator está arrasando (com todas as letras) com seu charme na “Dança dos Famosos”, do “Domingão do Faustão”, e se prepara para viver Cido, que dizem os rumores ser homossexual, na próxima novela das 9, “O Outro Lado do Paraíso”, de Walcyr Carrasco.

“Ainda não posso adiantar muitos detalhes do personagem, mas estou muito empolgado com a oportunidade. Participar de mais uma novela do Walcyr Carrasco, agora no horário nobre, é muito gratificante. Posso adiantar que farei parte do núcleo da Marieta Severo, Grazi Massafera e Bianca Bin. Estou muito feliz com o papel e me preparando para o que der e vier”, se limita a dizer.

O ator está preparadíssimo para o que der e vier neste trabalho e diz que tem encarado com muito entusiasmo este novo papel. Além disso, ele também comenta sobre os muitos casos de homofobia que têm sido noticiados em todos os lugares.

Rafael Zulu (Foto: Ramón Vasconcelos/TV Globo)

“Acredito que qualquer forma de preconceito é pura falta de conhecimento. Se a pessoa se acha superior para agredir outra, apenas porque ela é diferente, é porque alguma coisa está muito errada”, opina.

“Dança dos Famosos” Quem já viu o Rafael arrasando na “Dança” levanta a mão! Ele conta que sempre gostou de dançar, mas nunca nada profissional e tem se empenhado bastante para aprender o máximo.

“Sou da capoeira, do esporte, então já tenho uma ginga [Risos]. Estou me empenhando bastante nos ensaios pra tentar aprender ao máximo com a minha parceira, Yanca, que é supertalentosa e entende muito de dança.”

Glamour: Qual foi a parte mais difícil pra você até o momento? Rafael Zulu: O ritmo dos ensaios é bem puxado, demanda bastante do corpo e da mente. É um trabalho bem intenso, que eu não estava acostumado apesar de já praticar esportes. Na dança profissional a gente mexe com partes do corpo que parece que nunca havia exercitado antes [Risos], mas estou amando a experiência e me dedicando mais e mais a cada semana.

G: Quais são seus maiores medos e vitórias na “Dança”? RZ: Meu maior medo é me machucar e ficar fora da competição: quebrar alguma coisa, romper um ligamento e ter que me ausentar. Minha maior vitória é ver a reação, o carinho e a torcida do público que está me apoiando bastante. É muito gratificante.

G: Qual sua relação com a moda? RZ: Sou um cara bem básico na maneira de me vestir. Sempre uso um jeans e uma blusa básica, mas confesso que gosto de ficar atento ao que tá rolando sim. Não mergulho muito no universo da moda, mas pelo fato de conhecer algumas pessoas que trabalham com isso estou sempre perguntando o que de bacana está acontecendo.

G: É adepto da maquiagem e produtinhos de beleza? RZ: Maquiagem só no teatro! [Risos] Uso protetor solar sim e hidrato a pele diariamente.

Rafael Zulu (Foto: Alex Santana)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Tendência: Aposte no rosa para a maquiagem

O blush rosa, com textura cremosa ou líquida, ilumina o make da estação (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))O blush rosa, com textura cremosa ou líquida, ilumina o make da estação (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))

As modelos dos desfiles internacionais, trouxeram nas passarelas as variações de rosa – do pink ao lilás – dominam o make. O tom, normalmente usado nos lábios, surge em versões para os olhos e em looks monocromáticos, com direito até a delineado gatinho com efeito fluor. Abaixo, uma seleção de ideias que podem ser usadas juntas ou separadas.

Mix delicado Gatinho moderno (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))O delineado gatinho ganhou uma versão impactante 

Gatinho moderno
O tradicional preto no traço do delineador cede espaço ao pink – um bom jeito de se familiarizar com os tons menos convencionais. “Fica lindo quando usado de forma delicada e minimalista”, diz o maquiador Vicente Lujan, de São Paulo. Mantenha o foco nos olhos e complete com pouco blush e balm nos lábios.

Mix delicado Look de passarela (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))Que tal apostar em uma sombra rosa?

Look de passarela
Destaque absoluto da temporada, as sombras rosas e avermelhadas podem ser usadas em texturas cremosas aplicadas na pálpebra móvel. Quem quiser ousar um pouco mais basta esfumar uma versão em pó pelo côncavo em direção às sobrancelhas. A máscara de cílios é dispensável, mas pode ser uma boa pedida para a noite.

Mix delicado Boca lilás (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))Você se lembra do Snob? A cor lembra, mas é mais leve

Boca lilás
Polêmica, a cor para os lábios ganhou as ruas anos atrás com a explosão do Snob,  da M.A.C. Hoje, volta à cena de um jeito leve e em looks monocromáticos. “Combine-a com um toque de gloss nos olhos para um efeito mais moderno”, diz Lujan. Nas negras, as coberturas cremosas garantem um resultado mais harmônico.

Mix delicado Outro olhar (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))Tem olheiras? Cuidado com esse estilo de make para não ressaltá-las

Outro olhar
Trocar o esfumado marrom por tons vibrantes pode parecer uma proposta ousada, mas até as fãs do make tradicional vão querer testar. “As texturas em gel e cremosas são as mais fáceis de usar”, diz Lujan. Evite apenas se você tiver olheiras muito escuras, pois a cor pode ressaltar ainda mais o problema.


Produtos que amamos:

Mix delicado Pele iluminada (Foto: Artur Próchnicki (September Art Agency))Produtos (em sentido horário):
Batom Peace, Simple Organic, R$ 69.
Sombra Pinkini, Quem disse, Berenice?, R$ 20.
Lápis de Olhos Gel Eye Crayon, Marc Jacobs, R$ 139.
Balm Colorboost, Fuchsia Libre, Bourjois, R$ 69.
Dior Addict Gloss, Dior, R$ 155.
Blush Líquido Posie Tint, Benefit, R$ 165

Pele iluminada
O blush rosa ressalta as maçãs, mas, se for feito com um produto multiúso, como o Posie Tint, da Benefit, funciona também para colorir pálpebras e têmporas. Equilibre com pouca máscara nos cílios e um hidratante nos lábios.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Mulher com manchas nas costas vira modelo e faz sucesso na web

Alejandra Savoia, espanhola, recebeu convite para mostrar suas manchas nas costas (Foto: Reprodução/ Instagram/ @alejandrasavoia)Alejandra Savoia, espanhola, recebeu convite para mostrar suas manchas nas costas (Foto: Reprodução/ Instagram/ @alejandrasavoia)

Camisetas de mangas compridas e vestidos longos eram as peças do dia a dia de Alejandra Savoia, 24 anos, para esconder as enormes manchas de nascença que tem espalhadas pelo corpo, inclusive no rosto.


Em entrevista ao site Self, a espanhola contou que, por mais que tivesse apoio de seus pais, sofria bullying na adolescência e olhares maldosos de quem passava por ela.


Alejandra resolveu parar de se esconder quando o namorado postou uma foto em seu respectivo Facebook, que foi visualizada por um fotógrafo local que ficou encantado com sua beleza, ano passado. Como em uma história de cinema, convidou Alejandra para ser sua modelo com apenas uma condição: que não escondesse as pintas das costas, o que foi prontamente atendido.

Alejandra Savoia é espanhola e virou modelo devido as suas pintas nas costas (Foto: Reprodução/ Instagram/ @alejandrasavoia)(Foto: Reprodução/ Instagram/ @alejandrasavoia)

“No começo, senti que não deveria ter feito isso porque é uma coisa pessoal. Mas me senti melhor porque era uma coisa que estava escondendo toda a minha vida e, com um simples upload de uma foto, me senti muito livre e natural”, explicou Alejandra em entrevista para a publicação assim que o fotógrafo divulgou as imagens em seu Instagram.


 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Tudo sobre o gorpcore, a nova tendência de moda “outdoor”

Agregar peças típicas do montanhismo e esportes outdoor é a essência do gorpcore (Foto: Imaxtree)Agregar peças típicas do montanhismo e esportes outdoor é a essência do gorpcore (Foto: Imaxtree)

Jaqueta puffer oversized e coloridas, coletes de flanela, capa de chuva colorida, qualquer peça que envolva velcro, pochetes e sandálias tipo papete… Essas peças, que mais parecem uma lista de roupas para uma viagem de acampamento ou o uniforme típico dos pais dos anos 90, vêm pipocando em looks de celebridades e gurus do street style por aí. Depois do athleisure – tendência que trouxe um toque esportivo ao casualwear – e do normcore – a anti-tendência de se vestir apenas com peças básicas e urbanas – a onda da vez é o gorpcore.


Utilitário cool
O termo apareceu pela primeira vez em um artigo na New York Magazine em maio deste ano, que declarava o gorpcore como a nova grande tendência. “Enquanto o normcore aponta uma estética urbana, o gorpcore celebra os esportes ao ar livre, refletindo um novo desdobramento do athleisure – que até então, ditava a tendência da mistura do esportivo com o casual”, explica a expert em tendências da WGSN, Luiza Loyola. “O gorpcore é um estilo influenciado pela vida e esportes ao ar livre (como montanhismo e acampamento, por exemplo) que prioriza peças funcionais, confortáveis, acolchoadas e impermeáveis, como as jaquetas puffer, parkas, jaquetas e tricots de lã, casacos que cortam o vento, malhas de fleece, botas de caminhada, etc”, acrescenta.

Gorpcore (Foto: Getty Images)Jaqueta oversized na passarela da Marques Almeida; parka e botas na passarela da DKNY e pochete e tecidos impermeáveis na Fenty Puma (Foto: Getty Images)

O gorpcore é uma consequência da onda de retorno à natureza que tem sido tendência nos últimos anos, e representa uma vontade que vai na direção contrária dos apelos mais urbanos vistos na moda ultimamente. Para Loyola, essa celebração da vida ao ar livre “pode ser interpretada como um movimento de consciência ambiental, em que o contato com a natureza é valorizado e desejado”.


Onda gorpcore
A tendência não só dominou o street style como também vem aparecendo diversas passarelas. Desde as jaquetas puffer em tamanho gigante no desfile de inverno 2017 da Marques Almeida, passando pela as sandálias tipo Birkenstock – que depois reiventadas pela Céline, viraram hit –, as pochetes na passarela da última coleção Fenty Puma com Rihanna, até a bolsa IKEA da Balenciaga, o gorpcore vem tomando a moda há algumas estações. Entre as celebridades, Kendall Jenner e seu namorado A$AP Rocky são um dos fiéis adeptos da tendência. Nas mãos da modelo, a pochete pasou de cafona a item-desejo em pouco tempo. 

Gorpcore (Foto: Imaxtree)Peças outdoor com cores fortes e papetes são marcas registradas do gorpcore (Foto: Imaxtree)

Como adotar? Procure inserir toques pontuais de peças típicas de outdoor no look – lembrando sempre de equilibrar com peças mais sofisticadas para criar um efeito high low interessante. Exemplo: combine uma jaqueta puffer com calça de alfaiataria ou saia.

Gorpcore (Foto: Imaxtree)A jaqueta puffer acompanha o looks mais esportivos ou quebra a seriedade das produções mais formais (Foto: Imaxtree)

As jaquetas puffer bem coloridas são marca registrada do gorpcore e são destaque num look básico como jeans e camiseta ou até com vestidos ou saias. Nos pés, os acessórios preferidos são as sandálias tipo papete com alças cruzadas. Para um look mais básico, adote o item com jeans folgado de barra dobrada ou case com um combo saia e camiseta estampada. 

Gorpcore (Foto: Imaxtree)Parkas coloridas e jaquetas impermeáveis são hit no street style (Foto: Imaxtree)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Tendência: cílios marcados

Destaque para os cílios inferiores, que levavam o mesmo número de camadas de produto dos superiores (Foto: Jour/Né)Destaque igual para cílios inferiores e superiores. Para conseguir o mesmo efeito, utilize produtos que dão volume  (Foto: Jour/Né)

Depois de uma temporada em segundo plano, os cílios ficam em evidência novamente. Nas passarelas, surgiram looks sob medida para quem não sai de casa sem algumas camadas de máscara. Uma das tendências mais marcantes foi o visual à la Twiggy, com os cílios superiores e inferiores bem definidos, cujo resultado é obtido com produtos que dão volume. “Para não errar, a sombra é dispensável, já que a informação já está nos cílios”, diz a maquiadora Jake Falchi, de São Paulo. “Outra opção é escolher um ponto de destaque, que pode ser em cima ou embaixo, e caprichar na máscara nessa área”, diz Jake, em referência ao desfile da grife Jeremy Scott.

Pouco produto, mas nos cílios inferiores e superiores (Foto: R 13)Pouco produto, mais nos cílios superiores, menos nos inferiores. Para conseguir o efeito, utilize produtos que alongam os fios (Foto: R 13)Destque para os cílios inferiores que ganharam pequenos Destaque para os cílios inferiores, que ganharam pequenos tufos postiços para um ar de boneca (Foto: Jeremy Scott)Naturais, os cílios carregam apenas uma camada de rímel (Foto: Erin Fetherston)Naturais, estes cílios carregam apenas uma camada de rímel. Bom para o dia a dia (Foto: Erin Fetherston)Sabe quando dá aquela sensação de que os cílios ficaram grudadinhos? Pode manter assim! (Foto: MSGM)Sabe quando dá aquela sensação de que os cílios ficaram grudadinhos? Pode manter assim! E da-lhe produto para alongar (Foto: MSGM)Quem tem olheiras deve apenas encostar o pincel para destacar os cílios inferiores”, diz Jake Falchi

Produtos para ter em casa:

Curvex, Tweezermann, R$ 220 (Foto: )Curvex, Tweezermann, R$ 220 Diorshow Pump’n’Volume, Dior, R$ 175 (Foto: )Diorshow Pump’n’Volume, Dior, R$ 175Máscara Volume Reveal, Bourjois, R$ 80 (Foto: )Máscara Volume Reveal, Bourjois, R$ 80 Máscara Extremific Una, Natura, R$ 84 (Foto: )Máscara Extremific Una, Natura, R$ 84 

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Isabeli Fontana posa de lingerie: “gosto de me sentir sensual”

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

Considerada uma das modelos mais sexy do mundo,  a modelo Isabeli Fontana levou seu nome para uma linha de lingerie, lançada em 2016 em parceria com a Morena Rosa Intimates. Desta vez, a top apresenta a mais nova coleção da parceria inspirada no glamour dos anos 20 e com perfume rocker (que ela tanto adora!).


São 22 modelos, divididos em três linhas: “Velour” (com peças com detalhes de veludo, recortes e rendas franjadas), “Izzy” (traz corsets e itens com transparências que evocam um clima noir); e “Basic” (lingeries básicas pensadas para o dia a dia). Em entrevista exclusiva, Isabeli comenta sobre a novidade e mostra em primeira mão as peças no making of da campanha feita por Gui Paganini, com styling de Daniel Ueda e beleza by Daniel Hernandez.

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

O que não pode faltar em uma lingerie perfeita?
Primeiramente o conforto e segundo a segurança de estar vestida com algo de qualidade, seja no tecido ou na qualidade da renda.


O que pensou na hora de criar a nova coleção?
No bem estar da mulher! Eu gosto de me sentir sensual.


Qual o modelo de lingerie que você se acha mais sexy?
No momento estou apaixonada pelo veludo lavado que está em alta.


Vale usar calcinha bege no dia a dia?
Calcinhas beges uso no dia a dia por não marcar nenhuma roupa. Optei em ter na linha Basic da minha coleção alguns modelos.

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

Como ser sexy sem ser vulgar usando lingerie aparente no dia a dia?
Use lingerie aparente com uma blusa de renda ou algum tecido com transparência. Mas atenção: nunca use lingerie muito apertada, pode ficar vulgar!


É mais difícil posar para uma campanha usando apenas lingerie?
Se torna difícil por ter o corpo 100% amostra, mas imagino que estou de biquíni para me sentir confortável.


Qual o segredo para manter o corpo em dia para posar para uma campanha de lingerie?
Primeiro de tudo tenho uma alimentação consciente. Procuro não comer nada que prejudique a minha rotina de exercícios físicos. Sempre estamos trabalhando com o corpo, para fotografia você precisa sempre esta preparada. Faço exercícios para tonificação dos músculos e bebo bastante água.


Você se sente 100% feliz com seu corpo atualmente?
A mulher nunca está feliz 100% rss.. Por isso trabalho pra ficar 90%, que já está de bom tamanho.


Qual o modelo favorito do Di Ferrero?
Ele ama a linha que tem elásticos com várias hot pant. Uso todas com ele.

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Travesti na novela das 9, Silvero Pereira se sente bem como homem ou mulher

Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)

Silvero Pereira se define como uma pessoa que não gosta de se “encaixotar”. Livre de preconceitos e firme em suas opiniões, ele não deixa que ninguém o coloque para baixo. “Ser chamado de ‘viado’ e ‘traveco’ para mim é motivo de orgulho”, diz ele em entrevsita. Cearense de Mombaça, uma cidade de 50 mil habitantes, o ator de 35 anos – filho de operário e mãe lavadeira – é casado há nove com um dramaturgo, mas teve várias namoradas na adolescência.  


Foi pensando em defender atores transexuais e travestis que Pereira montou a companhia teatral AsTravestidas. Defensor dos direitos da comunidade LGBT, ele acredita que é preciso lutar por leis que defendam a todos: “Se não, vamos acabar revelando que o Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.”


Como tem sido a repercussão de seu personagem na novela?
SILVERO PEREIRA Faço teatro há 18 anos. Construí uma trajetória artística e política muito importante. Há 15 anos, me dedico às questões LGBT, de travestis, transexuais e transformistas, e  ganhei notoriedade, mas, claro, tudo isso está muito longe do que uma novela das 9 consegue proporcionar. Não consigo mensurar o tamanho disso tudo. Estou em cartaz em São Paulo com a peça “Brtrans“, e, outro dia, andando pela Avenida Paulista, pela primeira vez as pessoas me abordam para falar sobre o Nonato, meu personagem na novela. Nas redes sociais, tenho um Instagram bem ativo e, às vezes, entro ao vivo. Quando isso acontece, sempre aparece uma pessoa que decide me agredir. Reajo politicamente.


O que chama de reagir politicamente?
PEREIRA – Quando tentam me chamar de “viadão”, “traveco”, palavras que podem ser consideradas depreciativas e insultos, eu rebato dizendo que, para mim, elas são motivo de orgulho, adjetivos bem positivos. Esse tipo de atitude faz com que eu acabe levantando essa bandeira para outras pessoas que, no dia a dia, são agredidas e até espancadas. Costumo dizer: “Respondam [às agressões] e se sintam orgulhosas pelo que são”. É muito fácil julgar uma travesti que está na esquina se prostituindo. Mas qual a história dela? Precisamos nos aprofundar nessas questões, sair da superficialidade para entender o que ela sofreu desde criança. Ela está na rua tentando sobreviver.

Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)

Quando decidiu ser ator?
PEREIRA – Minha irmã Cristiana e eu costumávamos brincar de show de calouros. Desde pequeno, gostava de me fantasiar. Trancado no banheiro, me sentia seguro para me expor, pois, sozinho, podia brincar com minhas fantasias. Alguns amigos na infância, principalmente as meninas,  compreendiam minha inclinação para as artes e participavam das minhas invenções. Mas só fui saber o que era teatro quando me mudei para Fortaleza, aos 17 anos. Quando assisti a primeira peça de teatro, descobri o que queria fazer na vida.

Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Quando você contou à sua família que era homossexual?
PEREIRA –
Esse sempre foi um assunto difícil de falar com minha família, mas, de maneira natural, eles compreenderam que não podiam exigir de mim questões heteronormativas. Não podiam exigir namoradas, casamento, filhos, algo que eles tentaram  durante minha adolescência. Depois que me reconheci de fato, não permiti que ninguém interferisse em minha construção. 


Você se relacionou com meninas?
PEREIRA – Durante toda a minha adolescência, todas as minha relações foram com meninas. Primeiro namorei meninas; depois, passei a me relacionar com garotos. Foi um processo natural. Não gosto de me encaixotar na obrigação de me definir homossexual, bissexual. Gosto muito mais da liberdade de ser, do que da obrigação de definir. Essa é uma frase que tenho usado sempre. Hoje, aos 35 anos, sou feliz com minha identidade. Não me privo dos meus desejos, sejam eles por homens ou por mulheres. Permito que esses desejos aconteçam e, se tiver que ser por homem ou por mulher, que seja bem bonito para mim.


Como os travestis eram tratados em sua cidade natal?
PEREIRA – uma história muito perturbadora da minha infância: Há uma travesti em minha cidade, que mora lá até hoje, chamada Barbosinha. Sempre me disseram que ela tinha uma doença e eu não deveria me aproximar. Era uma espécie de lenda urbana que dizia que a gente não podia ter contato com a Barbosinha. Quando saí da minha cidade, eu era transfóbico. Fui obrigado a não gostar de Barbosinha, a pensar que ela era quase um bicho.  Mas, apesar de eu não ter compreensão sobre sexualidade e identidade de gênero, sentia interesse por esses temas, mesmo sem saber ainda me encaixar. Foi no teatro que compreendi que as pessoas tinham me feito pensar tudo errado.


Você sofreu preconceito no início de sua carreira?
PEREIRA – Sim, por fazer trabalhos para travestis. A classe artística começou a dizer que eu não era era ator, que deveria virar transformista e seguir os passos de minhas colegas nas boates. Mas enfrentei tudo e hoje digo: “Vocês estavam errados”. Hoje, há travestis que trabalham como  funcionárias públicas, são casadas, respeitadas. Claro que ainda existem muitas que são marginalizadas, mas o cenário é bem diferente de quando eu era mais jovem.


Por que você montou a companhia de teatro As Travestidas?
PEREIRA – Estamos num movimento muito bonito rumo à representatividade nas artes cênicas e me considero alguém que, de fato, contribuiu para esse movimento. Há 15 anos, no Ceará, acompanhei muitas amigas artistas largarem o teatro para trabalhar apenas em boates. A construção do meu grupo foi uma luta política, de resistência, para que as meninas voltassem ao  teatro. No grupo, temos três transexuais graduadas em artes cênicas. Somos em 12 integrantes e tem de tudo: hétero, homo, bi,  fluido de gênero, travesti, transexual e transformista.


O que falta para o seu grupo se multiplicar?
PEREIRA – Políticas públicas em defesa das questões LGBT. A área artística está à frente de outros setores. É preciso que as pessoas reconheçam que o Brasil é o país onde se mata mais travesti e trans no mundo. Não há políticas em defesa dessa comunidade. O Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.


Na TV, você prefere se ver como Elis ou Nonato?
PEREIRA – Me sinto tão feliz de barba quanto de cabelo comprido e usando vestido. O masculino é uma coisa que me interessa, me excita e me deixa feliz. Mas o feminino é algo que me comove, mexe comigo. Me sinto feliz das duas formas. Até uns 30 anos, me sentia confuso sobre a masculinidade, a feminilidade, mas agora transito normalmente. O teatro foi minha terapia e me ajudou intensamente a resolver essas questões.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Folha de S.Paulo Portal G1 SPFW Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Travesti na novela das 9, Silvero Pereira se sente bem como homem ou mulher

Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)

Silvero Pereira se define como uma pessoa que não gosta de se “encaixotar”. Livre de preconceitos e firme em suas opiniões, ele não deixa que ninguém o coloque para baixo. “Ser chamado de ‘viado’ e ‘traveco’ para mim é motivo de orgulho”, diz ele em entrevsita. Cearense de Mombaça, uma cidade de 50 mil habitantes, o ator de 35 anos – filho de operário e mãe lavadeira – é casado há nove com um dramaturgo, mas teve várias namoradas na adolescência.  


Foi pensando em defender atores transexuais e travestis que Pereira montou a companhia teatral AsTravestidas. Defensor dos direitos da comunidade LGBT, ele acredita que é preciso lutar por leis que defendam a todos: “Se não, vamos acabar revelando que o Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.”


Como tem sido a repercussão de seu personagem na novela?
SILVERO PEREIRA Faço teatro há 18 anos. Construí uma trajetória artística e política muito importante. Há 15 anos, me dedico às questões LGBT, de travestis, transexuais e transformistas, e  ganhei notoriedade, mas, claro, tudo isso está muito longe do que uma novela das 9 consegue proporcionar. Não consigo mensurar o tamanho disso tudo. Estou em cartaz em São Paulo com a peça “Brtrans“, e, outro dia, andando pela Avenida Paulista, pela primeira vez as pessoas me abordam para falar sobre o Nonato, meu personagem na novela. Nas redes sociais, tenho um Instagram bem ativo e, às vezes, entro ao vivo. Quando isso acontece, sempre aparece uma pessoa que decide me agredir. Reajo politicamente.


O que chama de reagir politicamente?
PEREIRA – Quando tentam me chamar de “viadão”, “traveco”, palavras que podem ser consideradas depreciativas e insultos, eu rebato dizendo que, para mim, elas são motivo de orgulho, adjetivos bem positivos. Esse tipo de atitude faz com que eu acabe levantando essa bandeira para outras pessoas que, no dia a dia, são agredidas e até espancadas. Costumo dizer: “Respondam [às agressões] e se sintam orgulhosas pelo que são”. É muito fácil julgar uma travesti que está na esquina se prostituindo. Mas qual a história dela? Precisamos nos aprofundar nessas questões, sair da superficialidade para entender o que ela sofreu desde criança. Ela está na rua tentando sobreviver.

Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)

Quando decidiu ser ator?
PEREIRA – Minha irmã Cristiana e eu costumávamos brincar de show de calouros. Desde pequeno, gostava de me fantasiar. Trancado no banheiro, me sentia seguro para me expor, pois, sozinho, podia brincar com minhas fantasias. Alguns amigos na infância, principalmente as meninas,  compreendiam minha inclinação para as artes e participavam das minhas invenções. Mas só fui saber o que era teatro quando me mudei para Fortaleza, aos 17 anos. Quando assisti a primeira peça de teatro, descobri o que queria fazer na vida.

Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Quando você contou à sua família que era homossexual?
PEREIRA –
Esse sempre foi um assunto difícil de falar com minha família, mas, de maneira natural, eles compreenderam que não podiam exigir de mim questões heteronormativas. Não podiam exigir namoradas, casamento, filhos, algo que eles tentaram  durante minha adolescência. Depois que me reconheci de fato, não permiti que ninguém interferisse em minha construção. 


Você se relacionou com meninas?
PEREIRA – Durante toda a minha adolescência, todas as minha relações foram com meninas. Primeiro namorei meninas; depois, passei a me relacionar com garotos. Foi um processo natural. Não gosto de me encaixotar na obrigação de me definir homossexual, bissexual. Gosto muito mais da liberdade de ser, do que da obrigação de definir. Essa é uma frase que tenho usado sempre. Hoje, aos 35 anos, sou feliz com minha identidade. Não me privo dos meus desejos, sejam eles por homens ou por mulheres. Permito que esses desejos aconteçam e, se tiver que ser por homem ou por mulher, que seja bem bonito para mim.


Como os travestis eram tratados em sua cidade natal?
PEREIRA – uma história muito perturbadora da minha infância: Há uma travesti em minha cidade, que mora lá até hoje, chamada Barbosinha. Sempre me disseram que ela tinha uma doença e eu não deveria me aproximar. Era uma espécie de lenda urbana que dizia que a gente não podia ter contato com a Barbosinha. Quando saí da minha cidade, eu era transfóbico. Fui obrigado a não gostar de Barbosinha, a pensar que ela era quase um bicho.  Mas, apesar de eu não ter compreensão sobre sexualidade e identidade de gênero, sentia interesse por esses temas, mesmo sem saber ainda me encaixar. Foi no teatro que compreendi que as pessoas tinham me feito pensar tudo errado.


Você sofreu preconceito no início de sua carreira?
PEREIRA – Sim, por fazer trabalhos para travestis. A classe artística começou a dizer que eu não era era ator, que deveria virar transformista e seguir os passos de minhas colegas nas boates. Mas enfrentei tudo e hoje digo: “Vocês estavam errados”. Hoje, há travestis que trabalham como  funcionárias públicas, são casadas, respeitadas. Claro que ainda existem muitas que são marginalizadas, mas o cenário é bem diferente de quando eu era mais jovem.


Por que você montou a companhia de teatro As Travestidas?
PEREIRA – Estamos num movimento muito bonito rumo à representatividade nas artes cênicas e me considero alguém que, de fato, contribuiu para esse movimento. Há 15 anos, no Ceará, acompanhei muitas amigas artistas largarem o teatro para trabalhar apenas em boates. A construção do meu grupo foi uma luta política, de resistência, para que as meninas voltassem ao  teatro. No grupo, temos três transexuais graduadas em artes cênicas. Somos em 12 integrantes e tem de tudo: hétero, homo, bi,  fluido de gênero, travesti, transexual e transformista.


O que falta para o seu grupo se multiplicar?
PEREIRA – Políticas públicas em defesa das questões LGBT. A área artística está à frente de outros setores. É preciso que as pessoas reconheçam que o Brasil é o país onde se mata mais travesti e trans no mundo. Não há políticas em defesa dessa comunidade. O Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.


Na TV, você prefere se ver como Elis ou Nonato?
PEREIRA – Me sinto tão feliz de barba quanto de cabelo comprido e usando vestido. O masculino é uma coisa que me interessa, me excita e me deixa feliz. Mas o feminino é algo que me comove, mexe comigo. Me sinto feliz das duas formas. Até uns 30 anos, me sentia confuso sobre a masculinidade, a feminilidade, mas agora transito normalmente. O teatro foi minha terapia e me ajudou intensamente a resolver essas questões.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Folha de S.Paulo Portal G1 SPFW Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Tecidos na parede é uma ótima pedida para reformular ambientes

O tecido de parede deu um charme a mais à decoração (Foto: Janaina Matias Amadori)O tecido de parede deu um charme a mais à decoração (Foto: Janaina Matias Amadori)

Que tal renovar o visual da casa mudando as paredes? Além do papel, uma ótima pedida das os tecidos de paredes. Janaina Amadori, da Karsten Decor, conta as vantagens de usar este material e dá dicas de quais tipos são melhores para cada ambiente.


Vantagens:
1. Largura 1,40mts gerando bem menos emendas que um papel de parede comum. Onde a maioria deles possui largura 53-70cm.
2. Não exige muita preparação na parede, pequenas irregularidades ficam imperceptíveis, pois o tecido não é brilhoso como o papel de parede.
3. Fácil instalação, cola utilizada é cola branca. Não forma bolhas, pois permite a passagem de ar entre as fibras do tecido.
4. Possui acabamento antimancha, que repele poeira e sujeira.
5. Melhor custo benefício por m2. Com 10 mts de tecido é possível cobrir mais de 10m2 de parede, enquanto que 10mts de papel de parede cobre apenas 3,50-4,50m2 (dependendo do desenho).
6. Fácil remoção, o tecido sair inteiro, não danifica a parede.
7. Para quem tem habilidades manuais, não necessita de instalador profissional.

Delicadeza no quarto (Foto: Janaina Matias Amadori)Delicadeza no quarto (Foto: Janaina Matias Amadori)

Sugestão de tecidos para cada ambiente:
Vai depender muito do estilo de cada um, mas segue um direcionamento mais comercial:
1. Para sala: os tecidos que imitam revestimentos cerâmicos, principalmente os 3D que estão bem em alta, efeitos de fibras naturais.
2. Para quarto: os mais delicados, cores neutras como beges, verde acqua, azul claro.
3. Escritório: geométricos, mapas.
4. Lavabo: ornamentais, geométricos também ficam legais.



Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model